Pensamentos de maquiador #1

Enquanto a aula de correção e formato de rosto acontecia, me peguei pensando que as escolhas que um maquiador faz para um determinado rosto é o que decide se a maquiagem bem sucedida ou não. Isso acontece porque nem todo rosto se encaixa em um determinado padrão de formato: alguns rostos triangulares podem ser mais ou menos marcados, um rosto oval de uma pessoa mais gordinha pode virar um rosto redondo, o corte de cabelo pode enganar, a cliente vai antes na maquiagem e depois fazer seu cabelo…

Corrigir um rosto é dar uma nova definição a ele sem que as pessoas efetivamente percebam. Afinar um nariz, definir um contorno de mandíbula, aumentar um lábio… Quase como uma cirurgia plástica que dura umas 5 horas feita com a maior descrição possível. Assim como uma cirurgia plástica, quando não bem pensada e executada…

Lindsay Lohan e seu contorno mal feito (Fonte: The MakeUp Gal)

Um maquiador precisa de discernimento para saber o que esconder/ressaltar em um rosto que não é seu quando especialmente não há tempo hábil para análises mais profundas. Ele precisa decidir rapidamente algumas coisas, mas saber o que a cliente acha de seu próprio rosto é fundamental.

Afinal, não é ele quem vai andar com a maquiagem por aí.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s