Hunger Games: como tudo pode dar certo

Final de semana passado, fui ao cinema para ver The Hunger Games (ou Jogos Mortais Vorazes) e fiquei impressionada com a fotografia do filme.
Ainda não li o livro, mas o contraste das cores entre o cenário dos distritos e do Capitol é incrível. Para não dar spoilers (caso você ainda não tenha visto o filme), aqui está uma das primeiras fotos que foram publicadas sobre as filmagens do filme para você ver essa diferença cromática:

Elizabeth Banks e Jennifer Lawrence

Tudo no Capitol é colorido, detalhado, impressionante. Tudo nos distritos é monocromático, triste, dolorido. O filme me cativou ali.

Mas, como uma boa maquiadora, estava observando o que ia aparecer no rosto da Katniss Everdeen, a personagem principal, interpretada pela lindíssima Jennifer Lawrence. Tive vontade de aplaudir o filme no final da sessão. Tudo poderia dar errado, mas deu muito certo quanto à maquiagem. É um filme de sobrevivência e superação pessoal e a maquiagem da Katniss esteve sempre dentro desse contexto. Mesmo nas cenas onde não havia floresta ou necessidade de algo mais elaborado envolvidos, Katniss estava sempre simples: blush pêssego ou amarronzado dependendo da cena, nenhum batom aparente (talvez um cor de boca muito semelhante à cor da boca de Jennifer), nada nos olhos. Nem mesmo máscara!

Katniss durante os jogos
Katniss durante os jogos. Palmas para os maquiadores!

Muito legal ver um contexto de um filme dentro dos detalhes dele.
Toda vez que era necessário uma intervenção maior da maquiagem em Katniss, um delineado e cílios postiços apareciam, mas o blush pêssego e um batom leve permaneceram.

Delineado e cílios postiços
Delineado e cílios postiços

Nas três cenas de apresentação do filme, esses elementos aparecem. O cílio usado na terceira apresentação (e todos os cílios da Effie) são da PaperSelfStore! Uma amiga me enviou um email sobre isso dias antes de eu ver o filme. Foi legal identificá-los.

Para toda a produção, foram necessários 35 maquiadores full-time e 450 perucas. Nada mal, hein?

2 comentários sobre “Hunger Games: como tudo pode dar certo

  1. Taiane 25/10/2012 / 18:26

    Não é jogos mortais é jogos vorazes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s