Resenha: corrector Bobbi Brown

Bobbi Brown é uma maquiadora americana que tem sua linha de maquiagem desde 1991. Ela prega que a maquiagem seja o mais natural possível. A linha de maquiagem dela é toda voltada para essa linha, tanto que as sombras são todas dentro da paleta de cores pastel.

Um dos produtos mais conhecidos dela é o corrector. A ideia do corrector é fazer a correção de cor entre a cor da sua pele e a cor da olheira. Após a correção de cor, é hora de passar o corretivo para igualar e uniformizar a área. O corrector é um produto cremoso na medida certa: nem tão dura nem tão molenga. Ele tem uma boa espalhabilidade e a duração e eficácia são incríveis. Cada potinho tem XX gramas e tem o custo alto, por volta dos U$25. Mesmo assim, o produto vale cada centavo.

O que diz o fabricante?
A wakeup call for tired eyes. Corrector is pink- or peach-based to neutralize under-eye darkness [1] and is designed to be used before Creamy Concealer. New and improved formula is long-wearing [2] and brightens dark circles with quick, just-right coverage [3] that’s easy to blend and won’t crease [4]. And since great makeup starts with healthy skin, Corrector is infused with skin conditioners to protect the delicate under-eye area [5].

Uma chamada para despertar olhos cansados. O corrector tem base rosada ou base cor pêssego para neutralizar a escuridão embaixo dos olhos [1] e é projetado para ser usado antes corretivo cremoso. Com nova fórmula e melhorada é de longa duração [2] e clareia as olheiras com uma cobertura certeira e rápida [3], que é fácil de espalhar e não crisa [4]. E, uma vez que uma grande maquiagem começa com a pele saudável, o corrector é infundido com condicionadores de pele para proteger a delicada área debaixo dos olhos [5]. ***

Vamos testar os cinco pontos que eu acho importante do que o fabricante diz do produto. As fotos.

Preciso aprender a tirar fotos com óculos

Sobre [1]: a cobertura é diretamente proporcional à quantidade de produto usada. #duh mas é verdade. Não dá pra ser lá muito pão dura com ele porque aí você vai achar que a cobertura falada na descrição não é verdadeira. Nenhum produto quando é não adequadamente aplicado, em questão de quantidade, não cobre direito.

Sobre o [2], a duração é incrível. Aqui está uma foto minha após de correr e observe que ainda há corrector ao redor dos olhos.

Já o fato de clarear as olheiras, o [3] tem duas faces: uma que, neutralizando a cor escura da olheira você automaticamente clareia a área. Outra que, já que o corrector não é da cor da sua pele (para a minha pele é levemente mais quente e mais clara), também ilumina a área. Eu não tenho muita olheira, mas é o suficiente para escurecer um pouco a região. A aplicação do corrector corrige bem essa minha escuridão e ilumina a área.

Sobre o [4], durante a aplicação, ele acumula nas linhas finas. Pelo menos, em mim, isso acontece. Já as minhas linhas de expressão são grandes o suficiente para o depósito do produto, dá pra ver na foto. Para evitar tanto ou todo acúmulo, eu costumo, logo após de aplicar o corrector, passar uma finíssima camada de pó em apenas uma passada sobre a área. Isso acontece com qualquer produto que eu coloque ali. Além disso, o corrector tem textura cremosa e bem maleável. É muito tranquilo de retirá-lo com o dedo do pote e aplicá-lo no olho. Tanto com batidinhas ou espalhando, o produto sai bem do dedo para a área aplicada.

Aí fiz dois testes: um com pouco produto (à direita) e com mais produto (à esquerda). Utilizei a mesma base e o mesmo pó nos dois dias. Em Curitiba, fez dias normais de primavera (frio pela manhã e calor ao meio-dia) na semana de 15/10/2012. Tudo ficou no lugar.

Sobre o [5], eu não sei julgar se os hidratantes realmente fizeram alguma diferença na minha área dos olhos. Eu acredito que não, mas também não fizeram nenhum mal. Minhas olheiras permaneceram as mesmas desde que comecei a utilizar o produto. Não senti nenhuma diferença na hidratação e proteção da área já que o produto não tem fator de proteção solar. Apenas diz que tem hidratante.

Então: minha conclusão é: para o [1], [2] é mérito total do produto, [4] é mérito do produto, mas teria de testar em alguém que não tenha tantas linhas aparentes quanto eu. [5] eu não sei como avaliar. E [3] na parte de clarear, é mais uma jogada comercial para vender o produto, já na facilidade de aplicar o produto é totalmente verdade.

Mas dou nota 10 de coração!

*** Livre tradução

7 comentários sobre “Resenha: corrector Bobbi Brown

  1. Fran 07/11/2012 / 13:29

    Fui adiando e acabei nem respondendo o teu e-mail sobre os corretivos! Que feio!

    Passei umas duas horas na frente do espelho e cheguei a algumas conclusões. Eu já tinha testado corretores coloridos e nunca tinha ficado completamente satisfeita, mas nunca tenha tentado direito mais do que um ao mesmo tempo. Descobri que as minhas olheiras ficam bem melhor camufladas com uma combinação entre corretivo verde e amarelo (patriota eu, né?). Nunca tinha reparado, mas tem bastante vermelho na minha escuridão abaixo dos olhos, e o verde ajuda nisso. Um “meh” pro amarelo, que ajuda, mas parece ainda não ser a cor certa. Depois de camadas de corretor, base e corretivo, ainda se vê um pouco de roxo (mais pro rosa do que pro azul).
    Ontem consegui ir a uma Sephora com Bobbi Brown e comprei o corretor. Não consegui experimentar tão bem quanto eu gostaria, pq é daquelas lojas em que sempre tem uma vendedora em cima de ti querendo te ajudar. Não me senti à vontade pra usar o espelho, o removedor de maquiagem e as amostras pra decidir, então acabei comprando o “light bisque” que ela insistiu que era o certo pra mim.
    Hoje o experimentei pela primeira vez e achei que realmente o tom é o certo pra minha pele (o porcelain seria muito claro), mas a cor talvez não. Ele é fácil de aplicar (adorei a textura) e a embalagem é um amor. O problema é que, depois de cobrir com base e corretivo da cor da minha pele, eu ainda consigo ver um tom avermelhado (claro, EU vejo, olhando de perto no espelho. O namorado jura que tá perfeito). Me parece que o rosa do corretor carrega no vermelho. Acredito que o correto pra mim seja mesmo o peach (e não o bisque) no final das contas.
    Faz 7 horas que eu o passei e continua igual, sem craquelar, sem acumular nas linhas (eu tenho várias linhas abaixo do olho, sempre passo um cotonete e dou batidinhas depois de o corretivo “secar”, antes do pó). Achei impressionante! Mas eu usei o primer (Stay Don’t Stray, da Benefit) antes, vou experimentar amanhã sem.

    Por outro lado, SDS (que já ajuda a cobrir um pouco) + corretor BB + base (que cobre bastante) + corretivo (líquido, Fit Me da Maybelline) e ainda se vê olheira!!!
    A minha impressão é que o resultado final não é melhor do que só o corretor, sem nada por cima (na questão cobertura). E que também não é muito melhor do que a minha rotina anterior (SDS + base + corretivo).
    Eu deixei o corretor parado por uns minutos antes da base, mas me parece que ele não “gruda” na pele nunca. Quando eu passo os demais produtos por cima (com todo cuidado, batidinhas leves e tal), fica tudo no dedo.

    Depois de ver esse teu post, há uns dias, fiquei pensando sobre o meu grau de exigência com cobertura. Passei a reparar nas olheiras de todo mundo na rua, na televisão, nas revistas. E a minha conclusão é que não existe essa cobertura toda que eu tô querendo (algo tipo um photoshop em potinho)… =P
    Nas tuas fotos, a olheira não sumiu completamente, ainda existe uma sombra. E não tá feio, nem estranho, é o normal. O osso de cima do olho (nunca sei como chamar, o meu é bem pra frente) naturalmente faz uma sombra no lugar, sem falar na “profundidade” das olheiras (eu tenho as bochechas bem saltadas) que dificulta deixar tudo igual. É uma pele diferente, não é natural que tenha a mesma aparência que o resto do rosto (e não tem mesmo).
    O objetivo da maquiagem nas olheiras não seria fazê-las desaparecer completamente, mas apenas amenizar o problema pra que não fique chamando a atenção (que deveria estar nos olhos, na boca, etc).
    O que tu pensas sobre isso?

    Dito isso, estou satisfeita com o que eu consigo cobrir normalmente para o dia-a-dia. No entanto, para ir a alguma festa ou tirar fotos, eu ainda gostaria de cobrir mais.
    No livro da Bobbi Brown, ela sugere que para olheiras muito escuras se use os dois corretores (peach e bisque), um por cima do outro. Por isso nem briguei muito com a vendedora e comprei o bisque, já estava nos meus planos ter os dois 🙂
    Já tentaste isso (em ti ou em outra pessoa)?

    E, com isso, recebo o prêmio de maior comentário da história do teu blog? =D

    • Priscilla Kurtz 07/11/2012 / 19:26

      Fiquei pensando aqui em diversas coisas pra te dizer, mas aí eu achei que serviria pra mais gente…
      Isso não merece um comentário, MERECE UM POST! 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s