Resenha: Eyebasic Edição Limitada da Wet N Wild

Eu vi esse conjunto para vender numa Lojas Americanas em São Paulo por 12 ou 15 reais. Não comprei porque achei caro/irrelevante/desnecessário/qualquer outro motivo para não gastar dinheiro. Mas, um tempo atrás, entrei nas Lojas Americanas do shopping Curitiba e tinha outros conjuntos! Um que vinha com um bronzer e outro com tema rosa. Mas, é claro, o kit rosa estava faltando o gloss e o bronzer estava esmigalhado. Tentei comprar com algum desconto, mas não houve conversa. Aí eu trouxe pra casa apenas o kit para olhos por 25 reais.

Voltando para casa, resolvi olhar a embalagem por completo e algo me chamou muito a atenção. Todos os itens são manufaturados por uma empresa chamada Markwins. Chegando em casa, resolvi olhar os outros itens que eu tenho da Wet N Wild e todos eram feitos pela Markwins. Já vi uns conjuntos de sombra da Markwins à venda em lojas online e nos supermercados Walmart aqui em Curitiba. Testarei assim que possível.

Mas esse conjunto… Bem que gostaria de obter meus 25 reais de volta.

O Lápis

Não é o lápis mais pigmentado que já vi e é um dos piores que tenho. Ele é bem comparável ao da NYC, marca americana baratinha de farmácia, que é tão ruim quanto. Se você risca bem ele na mão, ele pigmenta valendo, mas não é esse traço que você faz na sua pálpebra. Você pode ficar passando o lápis várias vezes sobre o mesmo risco na pálpebra, mas eu não tenho essa paciência. Eu quero que o risco já saia 80% pronto do lápis.

O primeiro quadrinho na direita tem o risco poderoso na mão (segundo) e um risco factível em uma pálpebra (o terceiro). O primeiro risco foi um teste de ver o quanto ele borra na sequência que é riscado e… bem. Ele pode vir a fazer um bom estrago na maquiagem. O último era pra ver o quanto o lápis esfuma. E ele até que esfuma bem, mas tem de haver o cuidado para não removê-lo inteiro da pele. Ele não tem uma fixação boa. O segundo quadro eu passei o dedo depois de algum tempo do produto aplicado. Não foi uma beleza de tempo, mas deve ter dado entre 5 a 10 minutos. Desempenho blé. No entanto, sai com facilidade com sabão e água (ou seja, não é à prova de água) ou no demaquilante bifásico como na foto. Percebam que a minha mão não ficou vermelha de tentar retirar o produto.

A duração dele até que é boa dentro de todas as coisas que eu não gostei, mas ele realmente vai sumindo durante o dia quando não é usado primer. Eu tenho uma pálpebra oleosa e tudo vai sumindo durante o dia. Com o uso do primer antes da aplicação do lápis ele segura um pouco mais.

Duas aplicações com uma leve esfumada por volta das 8h da manhã
Mais de 12h de aplicação depois…

A Máscara

Ela é uma máscara alongadora. Só alongadora. Você passa, passa, passa e só alonga.

Não é meu tipo favorito de máscara ainda mais com tanta máscara alongadora E volumadora (??) no mercado. A escova dela é bem espaçada e a máscara em si, quando aberta é bem molhada e pesada. Por isso, ela não segura muito a curva feita com o curvex nos cílios. Passa o tempo, a máscara seca pouco, mas ainda continua molhada, sabe? Ela já segura um pouco mais a curva, mas não é lá uma grande maravilha. O líquido da máscara é realmente pesado. No quesito duração, para uma máscara não à prova d’água, ela aguenta bem. A máscara que eu estava usando para os testes do lápis é essa aqui. Sai muito bem com água, sabão e um pouquinho de demaquilante bifásico. Depende de quantas camadas você passar.

Duas aplicações de máscara às 8h

O Apontador

Aponta bem um lápis. Único item que eu não tenho o que reclamar. 🙂

2 comentários sobre “Resenha: Eyebasic Edição Limitada da Wet N Wild

  1. Vanessa 07/11/2012 / 15:55

    Nunca reparei que era a Markwins a responsável pelos Wet n’ Wild. Eu comprei uma vez um desses kits de sombras Markwins no Extra. Achei o preço ótimo mas a fixação bem vagabunda. Além da paleta de sombras, vinha um shimmer bronze com o pó muito fininho, lindo, mas eu quase não o uso porque não dura nada :-/

    Com essas redes de lojas não existe conversa para desconto, por mais defeituoso que esteja o produto. Tentei pedir desconto uma vez na C&A por um vestido que era para ter cinto mas o cinto tinha sido roubado e a costura vagabunda estava quase se soltando no ombro. Resultado: a vendedora me olhou indignada e só faltou me chamar de pobre, como se eu estivesse tentando dar uma de espertinha por não querer pagar preço integral em produto danificado.

    • Priscilla Kurtz 07/11/2012 / 19:22

      Jura que a fixação esses kitzinhos da Markwins do supermercado é porcaria…! Puxa. Tinha maior fé neles. Eu não acho a fixação das sombras dos estojinhos da Wet N Wild boa, apesar dos excelentes comentários internet à fora. Vai que esses estojinhos eram melhores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s