Hair Brasil: um guia

Esse ano, fui na Hair Brasil bastante empolgada pelo curso de cabeleireiro que estou fazendo. Como sou bem iniciante com produtos de salão de beleza, meu foco era informação: conhecer marcas, produtos e preços. Como comprei ingresso para apenas um dia, o primeiro, resolvi chegar bem cedo e ficar o máximo que conseguisse perambulando pelos estandes. Para resumir: eu esqueci de comer de tanta empolgação! Entrei na feira às 10h, saí às 17h e comi, além do café da manhã em casa, apenas uma salada de fruta, uma garrafa d’água e um picolé. 🙂 Resolvi escrever minha experiência aqui movido por duas paixões: trabalhar no meio da beleza e ser amante do ramo e tentar colocar as diferenças aqui para quem pretende ir na feira o ano que vem.

IMG_7309

Primeiro: a feira é na Expo Center Norte, em São Paulo: o lugar tem 98 mil m². Eu repito: noventa e oito mil metros quadrados. Um campo de futebol tem, mais ou menos, 8 mil m². Faz a conta. A feira é E-N-O-R-M-E. Nada de saltos e roupas desconfortáveis. Lá dentro tem praça de alimentação (com aquele preceenho amygho), banheiro, tudo. Leve dinheiro, cartão de crédito. Não vá despreparada! O que eu mais senti falta foi de ter ido com alguma amiga cabeleireira mais experiente para conversar sobre os produtos tanto entre nós quanto com o pessoal dos estandes. Talvez esta seja minha dica mais importante: não ir sozinha. Eu não fiz um plano sobre como visitar a feira. Eu fui perambulando mesmo. Este é o mapa da feira e o que eu lembro de ter visitado está marcado com um X.

IMG_7473

Segundo: a Hair Brasil faz jus ao nome porque é uma feira voltada 80% para 1) profissionais 2) cabeleireiros 3) que trabalham em/possuem um salão: muitos estandes focados em produtos para salão, seja na parte mobiliária, instrumentos e produtos. Nada que exclua o profissional free-lancer, só que a feira não foca nisso. Se você não quer saber as novidades no que consta sobre o mobiliário de um salão, por exemplo, é só não visitar esta parte da feira. O pessoal que atende nos estandes vão te falar coisas como “você pode usar isso no seu salão”. É só ignorar esse tipo de frase, absorver a informação que te interessa e não dar explicação que você é free-lancer. 🙂

Já os amantes do mundo da beleza podem achar a feira um tanto maçante neste ponto: demonstrações técnicas de uso de produto, técnicas de corte de cabelo, pequenos cursos técnicos de utilização de um determinado produto em estandes. Técnica, técnica, técnica. O pessoal nos estandes também não é assim uma flor de simpatia para te puxar para dentro do estande. Você que toma a iniciativa de catar uma pessoa ali para perguntar sobre os produtos. Tudo isso exatamente pelo foco do evento: é para os profissionais da beleza. Eles quem tem interesse em saber o que há. Eu fiquei louca com a quantidade de marcas que eu não conhecia, com diversos produtos que conheci e com as marcas que eu notei que estão entrando no mercado brasileiro, como a Chi e a Sexy Hair. Voltei com um bazilhão de folhetos para ler, pesquisar e estudar.

IMG_7448
Quantidade de informação que juntei durante um dia de feira

Terceiro: apenas alguns estandes eram exclusivamente de maquiagem. Havia  Catharine Hill, Revlon, First Kiss e uma outra que não consigo lembrar o nome, mas é bem famosa.  A Tigi vai lançar/voltar com a linha de maquiagem, previsão de lançamento para o segundo semestre. O cara que me atendeu foi bem rude e não me deixou mexer em nenhum dos produtos que estavam no demonstrador. Essas foram as que eu parei e fui ver o que havia. Confesso que não fui atrás dos estandes de estética…

Quarto: a grande maioria dos estandes vendem seus produtos com preços inferiores ao mercado. Isso não vale para todos os preços dos produtos, mas é um trunfo que todo mundo aproveita. Algumas das novidades que ainda não estão nas lojas já estão à venda lá. Tinha loja da Ikesaki, Audrey, Santa Clara, diversas dessa lojinhas que vendem maquiagens made in China, bijuteria, sapatos… Dá pra pirar o cabeção facinho!

Quinto: você até consegue amostras. Até. Não vai achando que vai ter amostra de tudo ou vai conseguir um montão de amostras porque não é bem assim. Lembre-se que esse não é o foco da feira. O que seria mais interessante, que são amostras dos kits de escova progressiva (no caso do meu interesse em ir na feira), não há. Os fabricantes não trabalham esse tipo de amostra. O que eles te dizem é para ligar para o distribuidor da marca na sua cidade e marcar uma demonstração. Vai um distribuidor/técnico, faz uma demonstração do produto para você em uma modelo (muito provavelmente arrumada por você) e você, somente assim, descobre se o produto é realmente bom ao primeiro uso. Em longo prazo, somente se você manter contato com a modelo. Um kit de progressiva que dá, em média, para 20 aplicações, está girando por volta dos 350 reais. Faz a conta se você vai pagar tudo isso para descobrir que o produto funciona para apenas poucos tipos de cabelo ou não cumpre tudo o que promete no folheto.

IMG_7450
Quantidade de amostras ganhas em um dia de evento

Sexto (e último ponto!): a feira oferece workshops de maquiagem, podologia, tricologia (esse foi o que mais me interessou) pagos à parte em todos os dias da feira. É só organizar a ida que dá para aproveitar tudo. Além disso, há o Campeonato Hair Brasil. A programação é bem diversificada tanto pela feira quanto pelos micro eventos que cada estande organiza. Com isso, uma guerra de volume acontece lá dentro. :/

Acho que, com isso, você consegue dimensionar quanto tempo quer passar lá se divertindo!

O melhor shampoo seco do Brasil: Batiste

Na Hair Brasil, descobri o primeiro shampoo seco vendido no mercado brasileiro que realmente funciona: Batiste (aqui o site .com.br).

IMG_7343

O Batiste é um shampoo seco britânico que está sendo importado para o Brasil. Demorou, hein? Toda uma pegadinha vintage, totalmente chamou minha atenção. Comprei por R$15 reais, mas, na Inglaterra, é possível comprar por 2 libras.

O que diz o fabricante?
No site:
 Batiste Shampoo Seco é um produto com base de amido e uma fórmula inovadora “que não utiliza água” e remove a oleosidade das raízes, revitalizando os cabelos opacos e sem vida. Uma rápida borrifada revitaliza os cabelos, deixando-os limpos e renovados. Não há a necessidade de se preocupar com a não utilização de shampoo.
No produto: Shampoo Seco BATISTE BLUSH elimina o excesso de oleosidade desde as raízes, renovando o volume e a leveza dos seus cabelos. A qualquer momento instantaneamente revitaliza seus cabelos, sem precisar molhá-los. Deixa seus cabelos com aspecto limpo, natural, brilhoso e solto. Não danifica os cabelos nem o couro cabeludo.

IMG_7341
Aplicação durante a Hair Brasil

A aplicação é sossegada, apenas borrife o produto no cabelo cerca de 30cm longe. Na Hair Brasil, tinha duas pessoas, uma de cada lado aplicando. O que eles fizeram foi dividir meu cabelo em seções da nuca para cima, aplicando entre essas seções e no topo da cabeça. Após, uma massageada com as pontas dos dedos e uma escovada com uma escova raquete. Finito.
Na Hair Brasil, meu cabelo estava relativamente limpo. Havia lavado na noite anterior e secado com secador. Gostei bastante do uso dele em cabelo limpo.  Ele ficou com volume e, assim, dá pra modelar um penteadinho de improviso para uma festinha fácil com ele.

Para testar full force, fiquei um dia sem lavar o cabelo. Eu não tenho pena do meu e lavo todo dia. Meu cabelo é oleoso daqueles que não tem como não lavar todo dia. Levantei por volta das 7h, me vesti, passei o Batiste e fui trabalhar. Eu aguentei o cabelo sujo solto, mas limpo, até umas 15h mais ou menos. Eu até tinha o shampoo no trabalho, mas achei melhor não reaplicá-lo apesar do fabricante dizer que não há problemas. Nesse dia, voltei para casa depois das 22h. O cabelo não parecia oleoso, eu sentia ele sujo e pesado, sabe?

O cabelo fica realmente com volume, a oleosidade é absorvida com rapidez, o cabelo fica leve e renovado. Cumpre tudo o que diz com uma duração incrível. E você ainda tem o plus de poder usar com o cabelo seco para obter volume. Os cheirinhos de cada um deles são bem gostosos.

IMG_7435
Saí de casa assim e o cabelo ficou bom até às 15h.

Shampoo 100% aprovado!

Super duper update!!

Pessoas, teve um dia essa semana que não deu para lavar o cabelo DOIS DIAS SEGUIDOS. Tava tensa a situação. Usei o Batiste quando saí de casa e lá pelo meio da tarde. A aparência dele era de cabelo limpo! Nada de oleosidade aparente! Mas a minha sensação era, claro, de cabelo sujo. Mas não parecia sujo!!

Shampoo 200% aprovado!!

Resenha: Epic Lash Mascara da Victoria’s Secret

Estava perambulando pela loja Diva na XV de Novembro quando vejo, sobre o balcão, uma cestinha com produtos da Victoria’s Secret todos por R$19,90. Não tive dúvidas e fui fuxicar ali. Encontrei a Epic Lash Mascara filha única de mãe solteira. Enfiei na minha cestinha e fui para o caixa.

IMG_7284

O que diz a Victoria sobre sua máscara? Em uma tradução tosca: brilhe. Cintile. Roube o holofote. Tenha cílios que você deseja com a Epic Lash Mascara da nossa coleção Beauty Rush. A fórmula  cria volume extremo para cílios ultra-exuberantes e cor aveludada. Com a assinatura glamurosa das listras VS, é um pegue-e-vá essencial de maquiagem.

Ela veio lacrada, bem bonitinha. Ao abrir, me encantei pela escova: bem densa, com bastante cerda. Exatamente do jeito que eu gosto. Me lembrou muito da escova da The Colossal e da Voluminous da L’Oreal. Fiz uma figurinha comparativa para podermos visualizar as diferenças:

mascaras

Parece que a densidade da escova aumenta da Voluminous para a Epic, não? E na figura dá para ver bem a diferença tanto na espiral quando nas cerdas lado a lado. A Epic é muito densa nos dois quesitos. Não é à prova d’água (nem a descrição do produto diz) porque  1) saiu super fácil no banho com, bem, água e 2) acabou não mantendo a curvatura modelada pelo curvex (isso acontece com todas as máscaras não à prova d’água que tenho). Esse segundo ponto é contornável colocando primeiro uma máscara que segure a curvatura e a Epic por cima. Por conta da escova bem densa, ela tira de dentro do tubo e deposita bastante produto em apenas uma passada.

Confesso que usei pouco a Epic Lash em comparação às outras máscaras que tenho, mas a paixão por ela foi tão grande que resolvi dividir aqui. Ela não é uma máscara cara (U$9 no site da Vic) e tem apenas a cor preta (Blacktastick). Ela entra para o hall das minhas favoritas muito fácil. Aqui fiz uma figurinha com um olho usando a The Colossal versão à prova d’água e a Epic Lash no outro olho que dá pra ver como ela pesa e desmodela o cílio. Eu meio que me emocionei ao colocar as máscaras que a foto é já com duas camadas de cada máscara.

IMG_7295
Perdoem as sobrancelhas. Elas não sabem o que fazem.

Quer ter um item diferente na sua coleção ou mais uma máscara de muito volume? Eu recomendo a Epic Lash Mascara!