Tutorial de aniversário

Eu fiz aniversário em março e eu recebi um email da Sephora americana dizendo que eu tinha um presentinho da Benefit deles se eu fizesse uma compra. Fui olhando pelo site para ver o que havia de legal para comprar. Aí lembrei que a Sephora fez uma parceria com a Pantone e que isso, além do aparelho que avalia sua cor de pele, rendeu alguns produtos. Eu me apaixonei pela Precious Metals Shadow Palette que nem tem mais para vender.

produtos
E, é claro, lacinhos da Hello Kitty

Como eu vou passar férias nos Estados Unidos, eu comprei e estava conformada em ver a paleta somente em outubro. Mas minha irmã foi agora em maio e trouxe para mim. Assim que vi a paleta, quase morri de tão linda.

IMG_7817
MEU. OLHA. ESSE. ESPELHO.

Para comemorar a chegada atrasada-antecipada dos meus presentes de aniversário, fiz um tutorial usando somente a Precious Metals Shadow Palette. E ficou assim.

IMG_7796

IMG_7797

Vamos aos passos!

1) Preparar a face como sempre: lavar, tonificar hidratar.

2) Como é a primeira vez que eu vou usar as sombras, eu não sei se elas esfarelam muito. Então eu vou fazer primeiro o olho e depois a pele. Como primer, usei o NYX Eyeshadow Base. Com um pincel chanfrado, vou usar a sombra Eiffel Tower (Pantone 18-5210) para marcar o “v” no canto externo do olho e o côncavo. Assim, a gente delimita até onde as sombras vão. Além disse, eu vou fazer um pequeno traço perto do canto interno do olho.

IMG_7738
Sombras substitutas: MAC – Hocus Pocus, a paleta Warm da Coastal Scents tem um cinza chumbo

2) Com um pincel achatado e a mesma sombra, vou preencher até quase o centro da pálpebra. Para preencher, ao invés de arrastar a sombra na pele, eu apenas dou batidinhas e vou depositando a sombra.

IMG_7746

3) Com o mesmo pincel achatado depois de uma limpadinha e a sombra Flint (Pantone 18-1405), cubro o centro da pálpebra e faço um traço junto ao traço previamente feito com a Eiffel Tower. Aproveito para fazer a linha dos cílios inferiores com a sombra Eiffel Tower até quase chegar ao ducto lacrimal e com a sombra Flint até o centro do olho.

IMG_7750
Sombras substitutas: Kiko 158, a paleta Matte da Coastal Scents tem um roxo matte, Quem disse, Berenice? – Rox, paleta Ultra Mattes Darks da Sleek – Highness

4) Ainda com o pincel achatado, uso a sombra Toasted Almond (Panton 14-1213) e preencho o restante da pálpebra com ela. Aproveito para colorir bem o ducto lacrimal e preencher o restante da linha inferior dos cílios até chegar no centro do olho encontrando a sombra roxa.

IMG_7756
Sombras substitutas: MAC – Flip, Contem 1g – Dourado Brilho Intenso, a paleta Warm da Coastal Scents tem uma sombra dourada

5) Agora que colocamos as três cores, é hora de esfumar onde cada cor se encontra. Para esfumar o cinza chumbo com o roxo é mais simples porque são duas cores escuras. Como eu quero que o roxo se sobressaia ao cinza chumbo, eu coloco muito pouco de sombra bem na ponta do pincel e esfumo na direção do roxo para o cinza chumbo. Fiz esse processo umas quatro vezes.

IMG_7762

6) O truque para esfumar o limite de uma cor muito escura com uma cor muito clara é depositar a cor mais clara sobre o limite e, ao poucos com batidinhas, fazer com que esse limite desapareça, é o que mostra a parte de cima da foto abaixo.

IMG_7767

7) Com um pincel lápis limpo, vamos esfumar as bordas externas do look fazendo, ao esfumar, o puxadinho do cat eye. O importante do esfumar aqui é fazê-lo com delicadeza sem afundar o pincel na pele. O puxado do cat eye, do jeito que eu faço, é usando a linha inferior dos cílios como início e seguindo essa linha até onde quero que o puxado vá. Assim que defino isso, puxo a parte de cima para que elas se encontrem e formem o cat eye.

IMG_7775

8) Com um pincel fofinho, uso a Deauville Mauve sobre a Flint para um pequeno brilho. Viva ao sanduíche de sombras da Victoria Ceridono!

IMG_7786

9) Para não deixar o olho desamparado, usei um delineador em gel bem rente aos cílios tanto superiores quanto inferiores.

IMG_7794

10) Sombra Rain Drum (Pantone 19-0916) para preencher a sobrancelha e Ivory Cream (Pantone 13-1011) para iluminar o arco da sobrancelha. Muito curvex e muita máscara…!

IMG_7795

Todos os produtos usados estão aqui:

IMG_7807

Pele:

Corrector Bobbi Brown na cor Peach
Primer Tonalizante Facial Isabela Capeto para Panvel
Base Koloss HD (muita preguiça de usar uma base boa. Me perdoem) aplicada com a imitação da Beauty Blender nacional.
Blush Iluminador Isabela Capeto para Panvel (que não está na foto)
Iluminador Watts Up! da Benefit

Olho:

NYX Eyeshadow Base na cor da pele
Paleta Precious Metals Shadow da Sephora + Pantone
Delineador preto da paleta de neutros da Beauty UK
Máscara They’re Real! da Benefit
Máscara LashBlast Volume Blasting da Cover Girl
Máscara The Falsies Blackest Drama da Maybelline

Boca:

Batom Vult (não lembro o número, mas é um rosa antigo matte)
Revlon Lib Butter na cor Creme Brulee

Pincéis:

Blender, do conjunto de Smokey Eyes Brush Set da Coastal Scents
Angle Liner, do conjunto de Smokey Eyes Brush Set da Coastal Scents
Medium Shadow Brush, do conjunto de Smokey Eyes Brush Set da Coastal Scents
Pincel em forma de domo de um conjunto da Clinique (mais velho que andar pra frente)
Dois pincéis achatado desses conjuntos que se compra na 25 de março

Resenha: Lápis Duo Océane

IMG_6157

A Océane lançou faz algum tempo esses lápis duplos. Além do preto/branco, tem mais oito cores todas elas com o outro lado preto. Eu confesso que não uso o lado branco desse lápis. Talvez devesse para dar aquela levantada bem levinha no arco da sobrancelha só para não deixar ele mofando na minha coleção.

O que diz o fabricante? O fabricante não diz nada. Apenas tem o modo de usar e uma video dica.

O lápis preto é bastante maleável, muito pigmentado, desliza e esfuma com muita facilidade. Ao aplicar o produto na pálpebra, ele não machuca e tão pouco me deu alergias. Ele funciona muito bem como fixador de sombras. O que não me agradou nele ao usá-lo como delineador é que ele demora a secar e transfere facilmente. Por conta disso, eu não tive coragem de usar o lápis em dias de muito calor. Para evitar a transferência, pode-se assentar o produto com uma sombra preta. Mas em dias de correria, você talvez não tenha tempo de fazer isso…

Eu não tenho pálpebras encapsuladas, mas normalmente acordo com os olhos inchados. Eu ainda nem tinha saído de casa e o lápis já tinha transferido.

IMG_6166
#chatiada

O fato de transferir me preocupa bastante porque eu não sou daquelas pessoas que fica se olhando no espelho de cinco em cinco minutos para ver se tudo está no lugar, mas como fixador de sombra ele é um excelente aliado. A nota final vale pela excelente função de fixador de sombas + desempenho medíocre de delineador / 2. 🙂

laspis
Mais pra 6,5…

Meus favoritos do Met Ball 2013

The Met’s spring 2013 Costume Institute exhibition, PUNK: Chaos to Couture, will examine punk’s impact on high fashion from the movement’s birth in the early 1970s through its continuing influence today. Featuring approximately one hundred designs for men and women, the exhibition will include original punk garments and recent, directional fashion to illustrate how haute couture and ready-to-wear borrow punk’s visual symbols. Focusing on the relationship between the punk concept of “do-it-yourself” and the couture concept of “made-to-measure,” the seven galleries will be organized around the materials, techniques, and embellishments associated with the anti-establishment style. Themes will include New York and London, which will tell punk’s origin story as a tale of two cities, followed by Clothes for Heroes and four manifestations of the D.I.Y. aesthetic—HardwareBricolageGraffiti and Agitprop, andDestroy. Presented as an immersive multimedia, multisensory experience, the clothes will be animated with period music videos and soundscaping audio techniques.

Post antes tarde do que nunca… 😉

Dessa vez, a exposição que o Met Ball prestigia é a Punk: Chaos to Couture e aborda, como a descrição acima nos conta, a influência do movimento punk na moda desde o início do movimento até a atualidade. Essa é uma exposição que eu realmente gostaria de ver. Eu discuti com alguns amigos os vestidos, as maquiagens e tal num chat e resolvi colocar aqui meus favoritos da noite com a vibe antes tarde do que nunca. Eu acredito que um dos locais do mundo para se fazer uma maquiagem statement, que diga alguma coisa por você, é no Met Gala. E, esse ano, muita gente poderia ter mergulhado ainda mais nas referências… É uma pena que a tal da imagem visual pese tanto para algumas celebridades. Muita gente com vestido de alta costura com uma jaquetinha de couro cheia de tachinha…! Eu separei aqui o que eu mais gostei dada a temática do baile. As maquiagens de bonita do Met Ball você pode ver nos bloguinhos por aí… 😛

Kirsten Stewart

kristen-stewart
A rainha da maquiagem esfumada combinando com a roupa

Como eu gosto do que ela usa e como eu gosto que ela combina maquiagem e roupa sem cerimônias. Fica esse povo aí dizendo que fazer isso é brega. Vai dizer isso pra Kirsten, vai? 🙂
A roupa que eu achei deveras esquisita. Eu não gosto muito de macacão… Mas eu acho que ela sempre arrasa. Poucas pessoas tem a coragem de usar uma maquiagem vermelha (nesse caso, um bordô). E como o vermelho destaca o verde do olho, né? Um viva às cores opostas.
Beau Nelson foi quem criou o look na Kirsten. Os dois já tem uma longa estrada de tapetes vermelhos juntos.

Elle Fanning

ellefanning

Muitos corações. Muitos. Mesmo. Eu não consigo expressar meu respeito e minha admiração por essa maquiagem. A Elle é bem novinha e eu acho que deve se arriscar mais. Ainda mais com essa temética e esse vestido! Me relembrou os anos 70 de David Bowie.

Dakota Fanning

met-ball-fanning-dakota1

Um padrão muito forte que vi nesse Met Ball foi maquiagem gráfica: delineado, esfumado. Diversos delineados e olhos bem estruturados graficamente. Selecionei o delineado da Dakota por conta do detalhe na parte interna do olho.

As irmãs Fanning foram maquiadas pela maquiadora da NARS Erin Ayanian.

January Jones

January-Jones---2013-Met-Gala-at-the-Metropolitan-Museum-of-Art-03

A January Jones é um caso de nay-yay. Eu gosto muito do delineado gráfico que ela tem e tem lantejoulas (apesar dessa foto não mostrar muito bem)!! Eu amo lantejoulas! O olho dela tem a pálpebra muito encapsulada, me dá um certo nervoso ver esse delineado preto. Mas o conjunto vestido-maquiagem-cabelo deu muito certo. Só não gostei das sandálias…

Rachel Goodwin foi quem maquiou January.

Ginnifer Goodwin

1367939029_ginnifer-goodwin-zoom

Isso aqui é muito lindo. Muito bem executado, muito bem escolhido! Eu adorei a sombra gráfica, a sobrancelha super marcada e esse cabelo bagunçado! Uma vibe muito punk para fazer contraste com o vestido de cor delicada, mas bastante marcado com o preto. Minha favorita certamente.

A responsável por esse look memorável é Mai Quynh.

Emmy Rossum

Emmy+Rossum+Updos+Braided+Updo+e_dUdzaVE4-x2

Mas se você não quer ir numa vibe muito marcada, a Emmy usou um esfumado gráfico incrível e muito usável na vida real. E Emmy mostra que nem só de marca alto padrão vive um look de tapete vermelho. Jo Baker, criadora do look, usou apenas produtos NYX. Fica a dica.

Se inspirem e deixem-se ser inspiradas pelo conceito do evento que você forem!