Resenha: protetor solar UV Plus HD da Clarins

Lembra dos dois protetores solares para sair correndo? Este aqui também veio dentro do kit Sephora Favourites Sun Safety Kit, mas esse é pra colocar do lado do coração, se o dinheiro permitir.

Clarins UV Plus HP Broad Spectrum SPF 40 Sunscreen Multi-Protection

O nome completo desse protetor solar é Clarins UV Plus HP Broad Spectrum SPF 40 Sunscreen Multi-Protection. A embalagem normal tem 50 ml na Sephora americana por U$41 ou 30ml na Sephora brasileira por R$134. Também existe a opção de protetor com cor da mesma linha.

O que diz o fabricante? Skin Type: Normal, Dry, Combination, Oily. Texture: Fluid. Clarins’ protection powerhouse helps prevent early signs of skin aging. Helps shield facial skin from daily sun damage with a 100% mineral filter. Defends against the elements with a patented anti-pollution complex. Fights free radicals and DNA damage with organic Cantaloupe — Clarins’ powerful new anti-oxidant from Provence. Invisible protection so sheer, it pairs perfectly with any moisturizer.

Mais ou menos: Tipo de pele: Normal, Seca, Mista, Oleosa [1]. Textura: Fluida [2]. O poço de proteção solar da Clarins ajuda a previnir sinais de envelhecimento da pele [3]. Ajuda a proteger a pele da face dos danos diários do sol com um filtro 100% mineral [4]. Defende contra esses elementos com um complexo anti-poluição patenteado [3]. Luta contra radicais livres e dano no DNA com Melão orgânico – o novo e poderoso antioxidante da Clarins diretamente de Provença [5]. Protetor invisível tão transparente, faz par perfeitamente com qualquer tipo de hidratante [6].

Ingredientes: Cantaloupe Melon Extract – contains an exceptional concentration of super oxide dismutase, an antioxidative enzyme that neutralizes the harmful effects of free radicals on skin.
100% Mineral UVA/UVB Filters – Guarantees high protection while respecting the skin
Plant Polymers – create an invisible “veil” on the skin, letting it breathe without leaving white traces. #superelucidativo

A embalagem da amostra é de plástico de apertar com um bico bem fininho e comprido, bem diferente da embalagem do produto em tamanho normal. O protetor solar não tem cheiro além daquele cheiro de cosmético.

Clarins UV Plus HP Broad Spectrum SPF 40 Sunscreen Multi-Protection

Textura fluida meeeesmo [2]. Tem de até tomar cuidado quando aperta a embalagem pra não sair demais e não escorrer mão à baixo. Ele espalha muitíssimo bem na pele, não é grudento e não fica BRANCO na face [6]. A face, sim, fica branquinha e pegajosa, mas ao esperar um tempo para o produto assentar na pele e aplicar o hidratante por cima, o branquinho desaparece.

Quando o protetor seca, ele fica com uma textura sequinha, bem diferente dos outros dois que testei. Por conta disso, eu não sei se ele realmente funciona para todos os tipos de pele [1], mas para peles mistas e oleosas: super aprovado. Eu realmente espero que ele proteja minha pele contra os raios solares [3]. Isso nem deveria ser reinvidicação de protetor solar. E o fato da fórmula ser patenteada ou não nem deveria influir na escolha da compra do produto. Um protetor solar deve proteger a pele do sol com sua fórmula. Ponto final.

protetor solar clarins

E agora, senhoras e senhores, a cereja do bolo: as reinvidicações 4 e 5!
[4]: “100% Mineral UVA/UVB Filters – Guarantees high protection while respecting the skin”. E o mais legal é que não se sabe, na lista de ingredientes, que diabo de ingredientes são esses… Tem tudo para ser mentirinha para atrair consumidores. Eu sou que nem São Tomé: quer que eu acredite, me mostre. Os componentes que conheço que combatem raios UVA e UVB são o dióxido de titânio e o óxido de zinco.

[5]: “Fights free radicals and DNA damage with organic Cantaloupe”. WHAAAAAAAT?! Quer dizer que aplicar melão orgânico na face (misturado com alguns componentes químicos) ajuda a combater dano de envelhecimento no DNA?! Até posso entender o combate dos radicais livres que atuam na camada da pele que fica em contato com o ar, mas DNA damage?! É demais pra mim!!

De qualquer forma, eu amei esse filtro solar. Estou super disposta a usar somente ele mesmo com o preço dele.

Selo ALL THE FEELS Mario Star de Aprovação
Selo ALL THE FEELS Mario Star de Aprovação

Resenha: Sensibio H2O Solução Micelar da Bioderma

A queridinha de muita gente por aí. Eu admito que comprei um potinho pequeno porém a curiosidade era tanta para ver qual é dessa água micelar.

IMG_7974

Para início de conversa, eu não achei uma definição de água micelar melhor que “uma solução que serve para higienizar, demaquilar e tratar a pele do rosto”. A água micelar tem esse nome porque contém micelas, formações lipo-hidrofílicas que possuem características polares (solúvel em meio aquoso) e apolares (solúvel em lipídios): apenas uma maneira de explicar como um agente limpante se combina com água e interage com óleos para a limpeza de uma superfície. Eu só conhecia a da Bioderma, que é a mais resenhada blogosfera a fora. A Garnier, Vichy, La Roche-Posay, Dior, entre tantas marcas, também tem a sua versão de água micelar. Pelo que entendi, a Bioderma andou renomeando seus produtos. Antigamente, a água micelar se chamava Crealine. Hoje, é a Sensibio.

Enfim…

O que diz o fabricante? Na vanguarda da inovação, a Bioderma foi pioneira em soluções micelares. Especialmente formulada para peles sensíveis, normais e secas, Sensibio H2O solução micelar limpa suavemente o rosto e os olhos [1]. Remove maquilhagem resistente à água. [2]
As micelas contidas na sua fórmula micro-emulsionam com eficácia as impurezas, mantendo o equilíbrio da pele (sabão sem pH, fisiológico). [3]
Ingredientes activos calmantes e descongestionantes previnem as sensações de irritação, muitas vezes causadas pela limpeza. [4]
Sensibio H2O garante uma excelente tolerância cutânea e ocular (testado sob supervisão oftalmológica). [5]

Ingredientes: WATER (AQUA), PEG-6 CAPRYLIC/CAPRIC GLYCERIDES, PROPYLENE GLYCOL, CUCUMIS SATIVUS (CUCUMBER) FRUIT EXTRACT, MANNITOL, XYLITOL, RHAMNOSE, FRUCTOOLIGOSACCHARIDES, DISODIUM EDTA, CETRIMONIUM BROMIDE.

IMG_7976

A embalagem que eu comprei era a menorzinha porque eu realmente não sabia se ia gostar tanto quanto todo mundo que gosta. Ela é de plástico firme, mas maleável, tem um bico dosador que somente deixa sair produto se você aperta a garrafinha. A solução é inodora e incolor e realmente parece água. A sensação que você tem é de dúvida se realmente vai remover maquiagem do rosto.

Lá fui eu.

Maquiagem a prova d’água: retira? [2] Com esforço, esfregação, um redondo de algodão frente e verso e um cotonete, retira sim. De um olho somente. Já perdeu de longe a competição com um demaquilante bifásico qualquer. Eu achei bem tortuoso o processo porém não senti qualquer tipo de ardência ou desconforto no olho. [5] Tanto que o outro olho, eu não aguentei e removi a maquiagem usando apenas um cotonete e meu Take The Day Off.

IMG_7979

Retira maquiagem mesmo? [1] Retira. Esse mérito, a água micelar tem sim. Achei que remove melhor a maquiagem do rosto do que demaquilante para rosto. Já a pele, ela se equilibra sozinha, gente. [3][4] Nosso corpo é maravilhoso desse jeito, não precisa de um produto externo para regular o ph. NO ENTANTO, fiquei em êxtase com a sensação que fica pós aplicação. Nossa! Nunca tinha sentido isso antes: sensação de pele sem produto após aplicação de produto. E mais: a pele não estava repuxada. A sensação era de pele aveludada. Aplaudi de pé.

IMG_7984

No final, continuo usando meu demaquilante bifásico para remover maquiagem do olho, mas, para a pele, acho que fico com a água micelar só pela sensação maravilhosa pós produto.

Selo ALL THE FEELS Mario Star de Aprovação
Selo ALL THE FEELS Mario Star de Aprovação

Socorro! Meu cabelo está um horror!

brux

Ao terminar de responder a minha linda amiga Brux, eu resolvi pegar a conversa, editar e deixar aqui para gerações futuras umas dicas bem batutas de como eu faço para que o cabelo volte para – e fique em – um estado saudável. Então, senta que lá vem a história porque este é um post longo. E sem imagens.

1) A anatomia do fio de cabelo

Vamos combinar uma coisa muito importante: cabelo que está do lado de fora da cabeça é material orgânico morto. Dói quando puxamos um fio porque o bulbo capilar está dentro de um folículo piloso que foi formado por uma reentrância da pele. E a pele é o maior órgão do corpo. Se a pele não tivesse receptores nervosos para dor, estaríamos perdidos.

O cabelo é dividido entre cutícula, medula e córtex. A cutícula é a camada externa do fio e exerce uma função de proteção ao córtex. O córtex contém o que é chamado de massa do fio e é também onde está a cor do cabelo. Nem todo fio tem medula. Normalmente os fios de cabelo mais espessos o possuem e ela não tem uma função exata. Além disso, o fio é composto 80% de proteínas (sendo a queratina a principal), 12% de água e o restante de lipídio.

Dito isso, por que diabos o cabelo resseca, fica feio, parece uma vassoura de piaçava?
A alimentação ajuda no crescimento que acontece dentro do folículo piloso: as células novas crescem e empurram a ponta do fio cada vez mais para longe do couro cabeludo.
AGORA aquela ponta e fio que quebram pela metade não é a alimentação que ajuda. Necessita-se de outros meios de alimentação. As alterações das propriedades naturais do fio – volume, coloração e curvatura –  a ação de elementos externos – raios solares, radicais livres – e danos de tração e calor auxiliam na perda de nutrientes através da cutícula com dano.

E aposto que você não sabe que quando o cabelo está molhado que acontece a grande maioria dos danos de tração. O fio expande quando em contato com a água porque perde suas ligações salinas facilitando a elasticidade. É por isso que você deve ter muito mais cuidado ao pentear seu cabelo molhado.

E tem outra coisa que precisamos combinar já: não existe reparo de ponta dupla. Tem produto que repara unha quebrada? Não. Cabelo e unha são materiais orgânicos mortos e feitos principalmente de queratina. Somente o cabeleireiro com a vitamina T consegue remover as pontas duplas. T de tesoura.

Pense nisso.

2) Calendário Capilar

Um grande eu-acho-da-vida meu é quem criou esse calendário ou cronograma capilar. Nunca achei uma bibliografia sobre isso em inglês, mas já notei que ele é um costume bem brasileiro. Existe o calendário capilar normal que você pesquisa no Google que tem um putalhão de posts pela internet a fora, tem um cabeleireiro brasileiro, o Marlon Bruno, que desenvolveu o cronograma capilar brasileiro, tem o que eu gosto de usar. Não é uma ciência escrita em pedra.

O calendário capilar é uma maneira de você entregar para seu fio de cabelo aqueles nutrientes que ele precisa para se manter saudável. E o mais legal: você pode fazer isso em casa. O calendário consiste que você compre máscaras de hidratação, nutrição e reconstrução e que elas sejam usadas num determinado padrão. Eu, por um processo de memória curta, uso sempre Hidratação no domingo, Nutrição na terça, Reconstrução na quinta religiosamente. Mas o que mais se encontra como oficial é:

Segunda Quarta Sexta
Primeira Semana Hidratação Hidratação Nutrição
Segunda Semana Hidratação Hidratação Nutrição
Terceira Semana Hidratação Hidratação Reconstrução
Quarta Semana Hidratação Hidratação Nutrição

Hidratação é a reposição de água, nutrição é a reposição de lipídios e a reconstrução é a reposição de proteínas. Isso significa que em um mês o cabelo estará lindo, loiro e maravilhoso? Não! É a repetição do cronograma e a dedicação do usuário que leva ao sucesso. Além disso, cada cabelo é um cabelo e cada pessoa trata o seu cabelo de maneiras diferentes. O percentual de dano também deve ser levado em consideração aqui. E o grande lance é você saber se a máscara que você comprou realmente desempenha a função descrita na embalagem:

  • Hidratação: contém vitaminas A e E, glicerina, álcoois modificados (cetyl e cetearyl alcohol), extratos botânicos, pathenol, essa galera toda.
  • Nutrição: contém óleos, manteigas e ceramidas.
  • Reconstrução: contém queratina, aminoácidos (cisteína, arginina, lisina por exemplo) e colágeno.

É interessante que esses componentes que dão a funcionalidade da máscara estejam entre os cinco primeiros componentes da fórmula da sua máscara. Não adianta sua máscara ter mais fragrância do que o ativo que ela reivindica que tem! Dito isso, as máscaras que eu uso no meu calendário é:

  • Qualquer máscara de hidratação unido a um tônico.
  • Oro Argan da Bioderm (o pote branco ou o pote verde) para nutrição. Além dessa, descobri que a fórmula da máscara de óleo de argan da Yenzah é excelente e tenho engatilhada a Deep Treatment Masque da Shea Moisture para testes.
  • Elseve Arginine Resist 3x para reconstrução, mas quero testar a máscara de queratina da Vizkaya.

Super aceito sugestões de outras máscaras.

3) Dinâmica do Banho

Pergunta da Brux:

Isso envolve passar 1h no chuveiro?

Não! Mas muda tua dinâmica do banho:

  1. Entrar no banho e lavar o cabelo com shampoo
  2. Remover o excesso de água do cabelo apertando-o com as mãos e aplicar a máscara do dia
  3. Fazer toda a rotina do banho: sabonete no corpo, no rosto, esfoliante…
  4. Remover a máscara.
  5. Aplicar condicionador, espalhar no fio e já remover

Compra uma espátula de plástico e utilize-a pra tirar o creme do pote. Não use os dedos porque contamina o creme. Lembra que a mãe dizia que ia estragar o leite condensado porque a gente tomava direto da lata? Ela estava certa, só que o leite condensado acabava antes dele estragar. Há gente que advogue que os potes não deveriam ficar no banheiro por conta da diferença de temperatura que acontece. Eu sinceramente acho que essa diferença de temperatura não é o suficiente para fazer com que uma máscara de cabelo altere sua composição. Confio o suficiente no químico que formulou a máscara colocou algum estabilizante para essa situação e confio no fechamento da embalagem.

Como cada pessoa tem uma quantidade de cabelo diferente e diferentes comprimentos, não existe uma medida universal de quanto usar de produto. No entanto, é necessário somente o suficiente que você sinta que todos os fios estão enluvados por produto, mas não fica pingando. A máscara deve ser aplicada apenas no comprimento, a parte com a qual fazemos o rabo de cavalo. Não é que não possa aplicar na raiz, mas a oleosidade do couro cabeludo já cuida dessa parte do fio. Se o creme não for removido propriamente, os resíduos associados à oleosidade natural formam o “cabelo sujo” mais rapidamente. Aí a culpa é da máscara que é ruim. #sqn

Hoje, a tecnologia em cosméticos é tão avançada que você não precisa ficar trinta minutos com o creme no cabelo e também não há a necessidade de ficar massageando os fios durante sei eu quanto tempo antes do tempo de pausa. No entanto, é sempre indicado ler o modo de usar da sua máscara! Lá tem tempo de pausa, se você pode combinar a máscara com algum outro ativo (tônicos, óleos). Lembra: alguém treinado estudou as melhores medidas para os ingredientes e escreveu o modo de usar daquele produto específico! Leia sempre.

4) Reposição de Massa no Salão e Corte de pontas

Essa é a parte capciosa do processo: achar um salão de confiança que apenas vai fazer uma reposição de massa no seu fio. Por mais incrível que pareça, o nome correto deste procedimento é selagem ou cauterização, mas todo mundo sabe que isso, num salão, é sinônimo de escova progressiva. Procedimento de reposição de massa do fio nunca deve vir acompanhada de redução de volume! NUNCA! Se o cabeleireiro te disser isso, repense seus conceitos e troque de cabeleireiro. Eu sei que a Redken tem linhas profissionais para cauterização a frio para diversos tipos de cabelo. Se você conhece um salão que trabalhe com a marca, você pode pedir exatamente este procedimento: cauterização a frio.

Caso contrário, dá pra fazer uma cauterização a frio em casa com queratina. A minha favorita é a Max Keratin D da Embelezze e deve ser usado exatamente como manda o modo de usar. Queratina demais endurece o fio e ele acaba quebrando com mais facilidade. Além disso, está escrito na embalagem da Max Keratin que não deve-se usar calor! Já vi tanta gente usar chapinha no cabelo embebido disso… Nem sei a quebra química que pode ocorrer.

Também pode-se usar os sprays de queratina, mas eles, normalmente, vem diluidos e, por isso, pode-se usar de acordo com a frequência dita no modo de usar. Tem a Queratina Real da Charis Professional que um grande achado meu. Eu tinha um da Niely em casa e achei boa. Já usei da Keramax e também achei boa.

Existe um novo método de corte de pontas chamado corte bordado. A ideia é cortar as pontas em toda a extensão do fio. Eu tenho cortado meu cabelo utilizando esse método e considero mais efetivo do que somente cortar as pontas somente no comprimento e a sensação é de cabelo sem pontas duplas.

Ufa! Acabou! Mas, mesmo assim, se você ficou com preguiça, sempre pode ir a um cabeleireiro para fazer esses serviços de recuperação de fios e fazer seu corte bordado com segurança.

Uma estatística que eu não sabia

Estamos todos ligados (eu espero) e a palavra “crise” está em 20 a cada 10 palavras ditas nos noticiários, mas não é espanto meu que o mercado de cosméticos tenha sido um dos poucos que tenha registrado crescimento o ano passado. E nem deveria ser espanto que o Brasil é um dos grandes mercados mundiais (a reportagem coloca-nos na terceira posição).

Imagem: Pérola News (http://perolanews.com.br/noticias/ladario/em-novo-endereco-semprebella-cosmeticos-reinaugura-loja-em-corumba)
Imagem: Pérola News (http://perolanews.com.br/noticias/ladario/em-novo-endereco-semprebella-cosmeticos-reinaugura-loja-em-corumba)

A estatística que me pegou mesmo foi a seguinte: 92% do mercado brasileiro de cosméticos é fornecido pela indústria nacional. Com essa invasão de cosméticos importados, Sephora abrindo em todas as cidades, marcas internacionais cada vez mais visando o mercado brasileiro, essa ânsia de querer sempre o melhor do melhor do melhor por um bom preço: 92% do mercado de cosméticos é fornecido pela indústria nacional.

A gente pode argumentar: ah, a L’Óreal é uma marca internacional e muitos dos seus produtos estão nos nossos supermercados. Mas ele é produzido aqui. Quem lembra do fuzuê em 2012 quando a TRÈSemme entrou no mercado nacional (aqui e aqui e em muitos outros lugares da internet)? A Unilever alegou algo como “para se adaptar aos cabelos brasileiros”, mas eu leio “a ANVISA não permitiu que façamos a mesma fórmula por X, Y e Z motivos”.

Eu sou uma que resenho e uso pouquíssimos produtos nacionais porque eu leio a lista de ingredientes e não me dá vontade de colocar no cabelo um óleo de argan composto principalmente por dimethicone e cyclomethicone ou uma máscara reconstrutora contendo somente ingredientes emolientes. Só o fato de você ter apenas 1% do seu produto sendo óleo de argan é o suficiente para alegá-lo nas propagandas de marketing.

Quando você acha um produto que vale a pena, com uma boa formulação, ele é mais caro sim, por exemplo: o óleo de argan é caro porque a Argania spinosa é a única de sua espécie e somente encontrada em dois locais do planeta. Parabéns a Yenzah por fazer máscaras realmente de nutrição: com manteiga de karité e óleo de argan numa excelente formulação. Aí a grande parte do público prefere comprar a máscara da Morrocanoil por 50 dólares e não a da Yenzah por 39 reais.

Eu acho que a indústria brasileira de cosméticos tem muito ainda o que evoluir para fornecer mais produtos com melhores fórmulas, mas o consumidor brasileiro precisa aprender a ser menos preconceituoso com o mercado nacional.

Resenha: Studio Makeup Mist & Set da e.l.f.

Já que ainda é verão, vai começar a rodada de resenhas de fixadores de maquiagem.

e.l.f makeup mist & set

Como quase todo produto da e.l.f, esse spray pode ser comprado a básicos U$2 (tem 60ml). U$2, pessoas!! Vi na Target, lancei mão e tive de argumentar com meu namorado porque eu já havia gasto demais. #normal #masÉTãoBarato

O que diz o fabricante? Wish you could have a product for your makeup like Hairspray is for your hair? Well…keep your makeup staying in place all day with a radiance boosting invisible hold with our new Makeup Mist & Set. The invigorating mist moisturizes and soothes the skin with key ingredients Aloe, Green Tea, Cucumber and Vitamins A, C & E. The lightweight, comfortable and alcohol free formula improves makeup wearability and prevents color from running or fading.

Mais ou menos assim: Você deseja ter um produto para sua maquiagem como o laquê é para penteados? Bem… deixe sua maquiagem no lugar durante o dia inteiro com um boost invisível de radiância com nosso Makeup Mist & Set. O spray revigorante hidrata e acalma a pele [1] com ingredientes chave como Aloe, Chá Verde, Pepino e Vitaminas A, C e E. A fórmula leve, confortável e livre de álcool [2] aumenta a usabilidade da maquiagem [3] e previne contra escorrimentos e desbotamento da cor [4].

Ingredientes: Water (Aqua), AMP-acrylates/Allyl Methacrylate Copolymer, Propylene Glycol, Tocopheryl Acetate (Ve), Retinyl Palmitate (Va) Ascorbyl Palmitate (Vc), Green Tea Extract,Cucumis Sativus (Cucumber) Fruit Extract, Aloe Arborescens Leaf Extract, MethylparabenEthylparaben, Propylparaben, Isobutylparaben, Butylparaben, Phenoxyethanol

Vídeo da e.l.f. sobre o produto

A embalagem é de plástico transparente, você consegue ver se o líquido está acabando ou não. O pump também é de plástico e faz um spray um tanto quanto bagunçado, mas funciona bem para a face. O grande problema dele para mim é o cheiro: eu acho muito ruim.

Ao aplicar o spray, eu não achei assim tão revigorante ou hidratante [1]. Não sentia a pele ardida ou irritada, mas o fresquinho do spray certamente refresca. Agora, hidratar… Hmmm! Acho difícil, hein? A fórmula é, realmente, livre de álcool (dá para ver pelos ingredientes) e é confortável se você tem a paciência de esperar o rosto secar [2]. Isso acontece com todos os sprays na minha experiência. Você espirra o produto na face, ele molha e tem de esperar ele secar sozinho.

Achei que, com a maquiagem dos olhos, ele fez um excelente trabalho de manter a cor, mas essa base achei o trabalho até bom [4]. No dia das fotos, usei a base da tarte Maracuja Miracle Foundation 12-Hour Broad Spectrum SPF 15 e achei que somente no nariz e ao redor dos lábios ela desapareceu. Não houve retoques no rosto com pó, apenas espirrei o spray ao meio-dia novamente. Normalmente tenho a sensação que o rosto inteiro desbotou quando chego em casa [3].

e.l.f makeup mist & set test com base tarte Maracuja Miracle Foundation 12-Hour Broad Spectrum SPF 15
Base tarte Maracuja Miracle Foundation 12-Hour Broad Spectrum SPF 15

Comprei, gostei, funciona, mas não recomendo e não compro novamente. É muito fedido.

Novidades chegando!

val garland school of make-up

Consegui!

Vou participar do curso online ministrado pela Val Garland!!

Estou muito feliz e, num estado muito sílvio-santosano: aguardemmmm… 😉

 

Resenha: Removedor de maquiagem Take The Day Off da Clinique

Esse é um dos meus demaquilantes favoritos sem dúvida.

Demaquilante bifásico Take The Day Off da Cliniqu

A primeira vez que eu comprei esse demaquilante foi um travel size no finado site da Geli porque todos os demaquilantes que eu usava me davam alergia no olho. Ter encontrado este foi uma bênção. Ele é vendido em dois tamanhos no Brasil, 50ml (R$39 na sephora.com.br) e 125ml (U$18,50 vs R$ 99). Acho que nos Estados Unidos, o tamanho de 50ml foi descontinuado.

O que diz o fabricante? Skin Types: Works for all skin types. Dissolves and “lifts away” long-wearing makeup, even waterproof mascara. Non-irritating, non-stinging. Ophthalmologist tested. Appropriate for contact lens wearers.

Mais ou menos: Tipos de pele: funciona em todos os tipos de pele. Dissolve e “levanta” [1] maquiagem de longa duração, até mesmo máscara à prova d’água [2]. Não irritante, não ardente [3]. Testado oftalmologicamente. Aprorpiado para usuários de lente de contato [4].

Demaquilante bifásico Take The Day Off da Cliniqu

A embalagem é de plástico duro e não tem bico dosador. É um buracão único para saída do produto. Como ele é bifásico, para ativá-lo é necessária aquela chacoalhada amiga para que as partes se misturem. Quando misturado, ele fica um líquido incolor (apesar da branquidão que acontece ao chacoalhar) sem um cheiro específico. Tem cheiro de cosmético.

Realmente o demaquilante derrete tudo [1]: de base, sombra com primer e máscara à prova d’água [2]. Incrível. No dia que eu fiz as fotos, eu estava usando um lápis de olho da Make Up For Ever e minhas maravilhosas máscaras à prova d’água da Maybelline. Desde que comecei a usar este demaquilante, nunca tive nenhum tipo de alergia [3]. Como eu não uso lente de contato, eu não tenho como testemunhar sobre ele não fazer nenhuma irritação [4].

Demaquilante bifásico Take The Day Off da Cliniqu - uso com dedos e cotonete

Fiz novamente o teste de utilizar o dedo e um cotonete para remover a maquiagem. O ruim de usar os dedos, neste caso, é que o produto é muito líquido e acontece muita perda de produto. Ele escorre pela mão, suja tudo. Uma porcaria. Usar o cotonete, neste caso, é mais eficaz para o produto e remove a maquiagem quase sem sujeira. Usei, junto com o cotonete, um algodão para remover as sujeirinhas que o cotonete deixa e para pegar o produto de onde o cotonete não consegue remover.

Demaquilante bifásico Take The Day Off da Cliniqu - uso com dedos e cotonete
Olha a sujeira que o produto faz quando usado somente com os dedos.
A sujeira que está no cotonete é o que sobra no olho após o uso do cotonete

Mesmo com o preço um tanto caro, eu realmente amo esse demaquilante.

Selo ALL THE FEELS Mario Star de Aprovação
Selo ALL THE FEELS Mario Star de Aprovação