Comparação: Pó Translúcido NYX, Isabela Capeto para Panvel e MUFE

Pó translúcido. ❤

Eu não sei porque não havia testado antes. É uma mão na roda na maleta do maquiador: ao invés de usar um pó colorido que pode arruinar a maquiagem de face em um passar de pincel, é só aplicar o pó translúcido que o problema de ficar brilhando em estúdio ou no dia-a-dia está resolvido.

Quando estava em Nova Iorque em novembro, acabei comprando dois pós translúcidos: o da NYX e o da Make Up For Ever. Chegando em casa, lembrei que tinha o pó translúcido da Isabela Capeto para Panvel. A vontade de comparar os três foi imediata. IMG_9367 Numa tabelinha:

Isabela Capeto NYX MUFE
Quantidade  5,5g 6g 5g
Preço  R$24,90  U$10 (mais taxas) U$ 15 (mais taxas)
Ingredientes Zinc Stearate, Talc, Polymethyl Methacrylate, Silica, Dimethicone/Venyl Dimethicone Crosspolymer, Nylon 12, Phenoxyethanol, Methylisothiazolinone. Silica powder Silica powder
IMG_9368
Palmas para o rabo do Bono, um dos meus gatos, no cantinho superior esquerdo

Todas as embalagens são de plástico com os furinhos para controlar a saída do produto.

  • Isabela Capeto: prêmio de embalagem mais cretina: a tampinha não fecha direito e os buraquinhos tem um bom tamanho. Somadas essas duas coisas, o fato de carregar o pote na bolsa vira missão para Jack Bauer. 
  • NYX: os buraquinhos são o terror do maquiador na terra: eles são MUITO GRANDES. MUITO. Sai muito produto de uma vez só e controlar isso é um exercício de paciência.
  • MUFE: os buracos são tão pequenos, mas tão pequenos que você começa a fazer todas as danças africanas de fazer sair produto que você conhece. A embalagem de 8,5g tem aquela redinha metálica.

Apesar de tudo, minha embalagem favorita é a da NYX porque fecha direitinho e a tampa é grande. Fica bem fácil de girar o pincel para espalhar o pó nas cerdas.

Já o produto em si:

  • NYX e MUFE: O desempenho é o mesmo. Eles são feitos da mesma coisa: sílica! A textura da sílica é muito fina, chega a fazer barulho com os dedo quando friccionado, sabe? Ele absorve a oleosidade mesmo. Como vão performar diferente? Aí você escolhe o quanto você quer pagar.
  • Isabela Capeto: levemente mais espesso que os da NYX e MUFE. Como a tampinha é vagabunda, pó sai facilmente da câmara e fica compactado entre a tampa e a tampinha dos buraquinhos. Sabe quando você fricciona farinha entre os dedos? Essa ideia de textura é a mesma, mas a granulosidade do pó é bem diferente. 😉

Ao passá-los sobre a pele, não sinto diferença entre os três pós aplicação. Para fazer retoques durante o dia, eu gosto de usar uma folhinha de absorção de oleosidade (ou papel higiênico mesmo) antes de reaplicar o pó.

E o problema de panda invertido? Ele pode acontecer com qualquer um dos produtos. Não é porque o pó é da MUFE que o panda não pode acontecer. O problema está na matéria prima do pó translúcido. Sílica é naturalmente difusor de luz e absorvente: ou seja, ele absorve oleosidade do rosto enquanto reflete luz. O panda invertido acontece quando você assenta o corretivo com pó translúcido. AND THIS IS JUST WRONG! Sílica compactada reflete mais luz!

panda2
E panda invertido não tem relação à cor de pele! Acontece com todo mundo porque sílica reflete luz!

Fiz uma demonstração com os três pós usando os flashes da minha Canon T3i e do meu iPhone 5S. Não houve diferença de tempo nas fotos: assim que a foto com o telefone era tirada, na sequência, a com a câmera era tirada.

mufe

isabelacapeto

nyx

O único que consegui algum rastro de acúmulo de produto e um esbranquiçamento maior foi com o da NYX (foco para próximo do canto interno do olho) quando apliquei a quantidade que está na tampa (nesse caso, no pote) que era, realmente, maior que os outros. E outra coisa que notei é que apenas com o flash do iPhone que o acúmulo se mostrou. O flash da câmera apenas mostra um esbranquiçado. O flash do iPhone é de LED: um LED frio e um quente para equalizar a luz. Não consegui descobrir do que são feitos os flashes built in da Canon e a linha de flashes externos são chamados de Speedlites. Fué.

Dá medo de usar o pó translúcido no rosto? Não, se você entende que ele reflete luz desse jeito acima quando ele está concentrado! Você não vai pegar um puff e aplicar o produto apesar de isso estar no site da MUFE como sugestão de melhor uso. E a quantidade importa bastante. O pó translúcido é apenas para tirar o brilho do rosto. Um pouquinho rende bastante. Se você precisa de algo com mais cobertura ou se você acha que ele vai ficar marcado nas fotos que você vai tirar, continue usando seu pó colorido. Não tem porque mudar.

Sobre qual produto comprar… Depende muito mais de você: eu compraria o da Isabela Capeto para continuar acreditando que a indústria nacional pode fazer produtos que funcionem com preços decentes.

Urban Decay GlideOn Shadow Pencil x NYX Jumbo Pencil

Estou para fazer essa comparação há meses, mas não fiz porque preguiça.

nyxxud

Eu faço parte de uma comundade de maquiagem, a Conversa de Beleza, mas confesso que não participo tanto depois de um chega pra lá que tomei depois de dar minha opinião exatamente sobre o NYX Jumbo Pencil. Uma menina perguntou qual era o desempenho deles e eu disse exatamente o que acho: apesar deles serem extremamente baratos e virem em um bazilhão de cores, eles crisam. E crisam com emoção. Eu já tentei passando primer antes, assentando com sombra… Mas eles simplesmente crisam. Ponto final.

No mesmo post, lembro de ter recomendado à menina os lápis da Urban Decay, que não crisam, tem uma durabilidade incrível, só que são bem mais caros e tem bem menos cores. Todas as pessoas que responderam depois de mim faltou só um “naaaaaada a veeeeeeer” antes das respostas. E a menina que perguntou achou a resposta de todo mundo boa, menos a minha porque ela nem parou para me responder, e deve ter comprado seus NYX Jumbo Pencil ao invés de pesquisar o que outras pessoas (além das que falam super bem do produto) tem para dizer.

Urban Decay GlideOn Shadow Pencil NYX Jumbo Pencil
Quantidade de cores 13 32
Preço U$20 U$4,50
Acabamento todos shimmer e são mais secos alguns são demi-matte (Milk (branco), Black Bean (preto) e outros) e são bem cremosos
Crisam? Não Sim
Durabilidade Fica o dia inteiro no lugar Ao crisar, o produto sai do lugar
Esfumam? Sim, mas as partículas de brilho voam por tudo. Sim.
Base para sombras? Confesso que nunca usei porque são muito secos para essa função (e são tão lindos…) Sim, mas mesmo com sombras por cima ele crisa.
Composição À base de silicones
Cada lápis possui uma formulação diferente, mas todos possuem Cyclopentasiloxane antes de Synthetic Wax. Mais informações no site da Urban Decay.
À base de cera.
Os cinco primeiros ingredientes são: Bees Wax, Copernicia Cerifera (Carnauba) wax,  Euphorbia Cerifera (Candelilla) wax, Ceresin,  Microcrystalline Wax. Incrível que não tem a composição no site da marca. Achei na loja Beauty Joint.

Eu gosto de usar os Jumbo Pencil como delineador com a ajuda de um pincel. Funcionam bem para essa função, mas eu não tenho olhos encapsulados. Então não sei dizer se eles transfeririam (eu acredito que sim). Deixo aqui também o Product Smackdown da , da Marlena (MakeupGeek) sobre os mesmos produtos e as resenhas em inglês em vídeo do Jumbo Pencil do Dustin Hunter e do muso Wayne Goss.

Espero que o post ajude alguém.

Como substituir seu corrector Peach Bobbi Brown

Meu dias de glória estão acabando porque meu corrector Bobbi Brown está acabando. O mais parecido, num tiro muito muito longe, era um corretivo laranja de uma paleta de corretivo da Victoria’s Secret. Aí comecei a trabalhar com o corretivo laranja.

Foto por Qual Reviewer

Quando eu comprei essa paleta em janeiro, ela era bem boa. O corretivo deslizava na pele. Amei a paleta.
Mas com o tempo, ela começou a ficar grudenta e sempre crisava na área dos olhos. Achei que era a diferença de temperatura, mas ao ler a review do Qual Reviewer, a paleta fica mais grudenta e o produto crisa na pele. Como era o que eu tinha para trabalhar, tentei diversas técnicas: passar um pó para tentar tirar a grudentice e evitar crisar, misturar com outros produtos mais líquidos, usar pouco produto…

O resultado, claro, não era nada aos pés do Peach.
Nesse meio tempo, eu comprei o kit de make de pele da Koloss, o qual me deixou extremamente decepcionada. Mas a cor e a textura do corretivo ficaram na minha mente. Acabei comprando um pozinho corretor de cor pêssego da The Body Needs, mas ainda não testei na pele a combinação dos dois. Fiz uma mistura deles em um cd e ela pareceu dar certo.

Mais meio tempo depois, eu fiz umas comprinhas na Cherry Culture (minha lojinha favorita) e comprei o corretivo laranja de alta cobertura da NYX. Fui fazendo minhas experiências para tentar construir um corrector Bobbi Brown Peach para mim. Existem algumas ofertas no mercado sobre corretivos cor pêssego, como o da Contém 1g por R$55, o mesmo preço (convertido) do corrector e não tem o mesmo desempenho. Tem uma paletinha de corretivos da Avon que tem um na cor pêssego, mas esse não cheguei a testar.

Aí seguem meus testes para achar um produtinho tão bom quanto meu querido corrector:

 

A primeira foto é a falta de diginidade da pessoa em se mostrar na internets sem nada no rosto. Dá pra ver que a área ao redor dos meus olhos é mais escura que a grande parte do meu rosto.

Na segunda foto, apliquei o corretivo laranja em um lado e o Peach do outro apenas.

Na terceira foto, apliquei o corretivo cretino da Koloss sobre o corretivo laranja. O resultado foi quase parecido com a cor que o Peach tem.

Na última foto, depois da aplicação da base (Maybelline Fit), eu usei um pouquinho do meu corretivo Duda Molinos (marrom 01) para cobrir o pouco do laranja que ficou sobrando.

Eu achei que o resultado final ficou muito bom na minha pele. Achei um bom substituto para meu querido corrector Peach Bobbo Brown.

Comparação: looks das paletas Naked

Vocês viram que eu tenho duas paletas Naked da Urban Decay: uma falsa e uma verdadeira. Essa semana, eu consegui acordar duas vezes com tempo para fazer um olho com sombra para ir trabalhar. Fiz o mesmo look com as mesmas sombras das duas paletas. Usei a Sin no canto interno para iluminar, Buck do canto interno até o centro da pálpebra, Darkhorse da metade da pálpebra para o canto externo e Smog no centro da pálpebra para brilho. Aproveitei para testar os pincéis e usei o primer da UD que vem com a paleta verdadeira.

Na hora da aplicação, as sombras da UD são:

  • macias: apenas passar o pincel sobre a sombra com uma leve pressão é o suficiente;
  • não esfarelam excessivamente: o que sobra é facilmente pego por você com o pincel não ficando farelinhos perdidos no estojo;
  • muito pigmentadas: o que restou no pincel após a aplicação da Darkhorse foi quase suficiente para aplicação na linha dos cílios inferiores;
  • duração incrível: a Smog ficou no canto interno até o meio-dia!;
  • transferem bem tanto para o pincel quanto para a pele.

O pincel Good Karma é muito bom para aplicação com batidinhas e para passar na linha dos cílios inferiores. Pelo formato e pouca maleabilidade das cerdas, obviamente, ele não esfuma. E eu acho que esse foi o dia que eu tomei chuva na volta pra casa…

Antes por volta das 8h e depois por volta das 21h
Antes por volta das 8h e depois por volta das 21h

Na hora da aplicação, as sombras da Naked Made In China são:

  • macias: mas não tão macias quanto as verdadeiras sombras UD;
  • esfarelam: ao passar o pincel, elas esfarelam mais que as verdadeiras, mas também dá para pressionar o pincel sobre os farelos para pegá-los;
  • bem pigmentadas: achei a pigmentação excelente, mas acho que por não serem tão macias, para a aplicação, no geral, necessitou mais cor;
  • duração incrível: duraram até o fim do dia. E olha que esse foi um dia LONGO exceto pela Smog que sumiu antes do meio-dia como quase todas as sombras iluminadoras que tenho;
  • transfere bem do pincel para a pele, já da sombra para o pincel precisei de um pouco mais de pressão.

O pincel cópia do Good Karma é tão bom quanto o original. Ele tem as cerdas mais flexíveis que o original, mas não vejo isso atrapalhando na aplicação com batidinhas. Já na aplicação na linha inferior dos cílios, preferi o pincel original por conta da não flexibilidade das cerdas.

Antes por volta das 7h e depois por volta das 22h30
Antes por volta das 7h e depois por volta das 22h30

No fim, as sombras falsas estão quase pau a pau com as verdadeiras, apenas o acabamento de cada sombra que deixa a desejar especialmente nos acabamentos brilhosos. Mas, nem por conta disso, minha raiva de ter comprado uma paleta falsa enquanto achava que comprava uma verdadeira passa.

Naked x Nude On Nude

Uma paleta Naked custa por volta dos U$50 nos Estados Unidos e R$250 no Brasil. Uma das alternativas baratas existentes e com qualidade é a Nude On Nude da NYX.

Eu comprei a minha na Cherry Culture e ela custa U$25. Um diferencial dela para a Naked é que ela tem uma paletinha de batons embaixo das sombras. Além disso, ela tem 20 sombras contra 12 sombras da Naked. Achei apenas a quantidade em gramas da Naked (1,3g). Na especificação do produto no site da NYX, não tinha essa informação. Dessas 20, 8 são opacas. A Naked tem apenas 2. Todas as sombras, tanto na Naked quanto na Nude On Nude, são extremamente macias.

A embalagem é de plástico duro, é menor que a Naked e as duas tem mais ou menos o mesmo peso. A Nude On Nude vem com um espelho demasiadamente fino e comprido para o meu gosto. O da minha paleta acabou descolando e eu não me dei o trabalho de colar novamente. O espelho da Naked é melhor em comparação.

Na minha opinião, apenas 2 sombras da Naked não estão contidas na Nude On Nude. Fiz um mapa que mostra quais cores são mais parecidas. A única que força uma amizade é a Naked, por isso o asterisco sobre a sombra na Nude On Nude. A Gunmetal pode ser construída a partir dos dois cinzas. E a única cor que a Nude On Nude não contempla é a Buck.

Desde que comecei com essa coisa de maquiagem, eu sempre SEMPRE S-E-M-P-R-E quis ter uma Naked. A Urban Decay lançou a Naked 2, mas ela não balançou meu coração quanto a primeira. Descobri a Nude On Nude, e o meu amor pela NYX, bem depois. Agora, dizer para você qual paleta você compra… Depende da sua vontade, do seu orçamento, do que você quer.

Urban Decay’s Naked Palette: NAKED

E aí? Qual é a verdadeira?

A primeira, a de cima, comprei foi na Make-up Paradise by Exportadora Brasil. Achei tão barato, mas tão barato (R$85,99)… Devia ter desconfiado um pouco mais. Mas eu estava tão louca atrás dessa paleta que fiquei cega pelo preço e acabei comprando. Ela chegou e eu abri o pacote… Quanta decepção. O acabamento da embalagem é uma das coisas mais toscas que já vi na vida, as cores das sombras completamente opacas comparadas com as tantas fotos que vi, a falta do primer, o pincel…  O link para o produto vendido é esse aqui. Hoje, há a descrição que é a “réplica oficial”. Desde quando existe isso?! Para mim, ela é falsa mesmo. E outra: pare para ler a descrição do produto inteiro. O título do produto diz que a loja vende apenas a paleta e o pincel, mas na especificação do modelo está escrito “Naked 1 + primer”. E o mais legal é, apesar de vender a tal da “réplica oficial”, todas as fotos são do produto verdadeiro.

Uma amiga, a Priscilla, a primeira dona dos meus gatinhos, mora nos Estados Unidos. Ela vinha para o Brasil e perguntou se eu queria alguma coisa. Estava tão brava que acabei comprando uma paleta verdadeira pela Sephora americana. E a única coisa que pensava era em comparar a falsa com a verdadeira. As cores eram, pelo menos, parecidas com as fotos que eu vi pela internet. Greve do correio e tal, a Pri veio e já havia voltado, somente dia 02/10 recebi minha paletinha verdadeira e linda com Primer Potion e tudo.

Primeira diferença: embalagem.

Eu que fiz o rasgo na embalagem da parte de cima da foto ao tentar abrir.

A paleta verdadeira vem numa embalagem de plástico transparente. Dentro dela, uma embalagem de plástico roxa contendo a paleta e o primer. Na paleta falsa, apenas uma caixinha de papel. Percebam que na parte de trás da embalagem da paleta falsa não há a foto do pincel e possui aqueles risquinhos de alguma coisa que não está na paleta.

Segunda diferença: aparência.

A paleta na parte de cima da foto é a falsa apesar de, no verso da verdadeira, estar um adesivo apresentando mais detalhes. Até os detalhes apresentados são diferentes. A falsa até tem um “eve pencil” descrito!! Vai ver que os risquinhos da parte de trás da embalagem da falsa são do “eve pencil”…! Hahaha A especificação do primer também aparece na paleta falsa apesar da venda ter sido feita sem ele. Observem como a falsa parece velha e desbotada do sol, como as letras em dourado estão em mau estado. Ao toque, o veludo da paleta falsa é super áspero. Muito das letras escritas são tortas na paleta falsa. Dá muito ódio de ter sido enganada.
Mas vamos aos detalhes do acabamento da parte interna das paletas.

Terceira diferença: acabamento.

Luz natural vindo da esquerda da foto
Flash spot de luz vindo de cima

A borda de onde está cada sombra é muito mal acabada na paleta falsa. A sombra parece estar afundada. E fora a marcação dos imãs que fecham a paleta. As fontes que descrevem os nomes das fontes são completamente diferentes, os nomes não estão centralizados e Darkhorse está escrito em duas palavras na paleta falsa. Quando eu bati o olho aqui eu gritei: “comprei uma paleta falsa”.
Olhem como algumas sombras da paleta verdadeira brilham bem mais.

Quarta diferença: peso. A paleta verdadeira é pesada. Bem pesada. Não consegui tirar foto do peso porque a minha balança está sem pilha… 😦

Quinta diferença: pincel.

Essa foto ficou muito mal batida…

O pincel da paleta falsa parece que veio usado de tão batido e arranhado que está. Ao toque, o pincel verdadeiro tem bem mais cerdas que o falso e ambos os pincéis tem cerdas sintéticas. Há também a diferença de tamanho: o pincel verdadeiro é relativamente maior que o falso. Além da coloração.

Sexta (e última) diferença: cores.

As cores que deveriam ter acabamento bem shimmer (Sin, Sidecar, Half Baked, Smog, Toasted, Gunmetal) não possuem um acabamento tão bonito na paleta falsa. E, como se pode ver na amostra da Creep e da Sidecar, elas são muito macias e esfarelam para caramba. Na minha opinião, as cores que mais diferem são Virgin, Sidecar, Smog, Toasted, Hustle e Gunmetal.

Meu namorado perguntou: “e você tem certeza que é falsa? E se não é algum tipo de empresa que faz um produto pra um pedaço do planeta e outro produto para outro pedaço?”. Dei uma vasculhada no Google e, de tudo que vi, esse blog disseca as diferenças (imã, primer, embalagem…). Sim, tem paleta falsa vendida numa embalagem muito similar à verdadeira. Outro link, que obviamente não acho agora, é de um vídeo de uma menina que diz que a pigmentação das sombras da paleta falsa é muito similar à verdadeira apesar das diferenças nas cores. Isso, veremos durante às próximas semanas. Agora que tenho as duas paletas, tenho como avaliar a pigmentação e uso das sombras.

De qualquer forma, resolvi mandar um email para o fale conosco da Urban Decay.

Tá aí.