Tutorial: Debbie Harris + Andy Wahrol

Paleta Debbie Harris
Eu não sou designer por algum motivo…

Comprei!

Eu sabia que esse dia chegava eventualmente! Eu desejei muito essa paletinha da NARS. Eu admito que ela não tem nada de mais, mas… Levou meu coração. Antes da compra, eu li a resenha da Christine e, mesmo assim, quis a danada. Bonitinha, mas ordinária.

Paleta Debbie Harris com swatchesFora essa paleta, três outros produtos NARS que tenho são o batom Schiap (opaco rosa), o gloss Moon Fleet (apenas partículas de brilho douradas) e o blush Orgasm. Eu não tenho o conhecimento de causa da Christine, mas que a pigmentação da paleta é medíocre, para dizer o mínimo, ela é. Não é? Apesar de tudo, eu achei que sob o primer da Urban Decay, a paleta até que desempenhou bem. E realmente, concordo com a Christine, a esfumabilidade das sombras não é aquela brastemp.

Além disso, todos os itens possuem partículas de brilho/glitter GIGANTES! Não é aquele brilho bonito, quase parece glitter escolar de tão grande. Além disso, ele voa. Voa para todos os lugares. Se você fizer a pele depois (e não antes, que nem eu fiz), dá para limpar direitinho e ficar mais nos trinks.

Acordei emocionada hoje e fiz um tutorial com a minha bonitinha, mas ordinária paletinha. Espero que gostem.

IMG_9304

Produtos utilizados:

  • primer Stay Matte da Rimmel
  • corretivo Fake Up na cor medium da Benefit
  • base Hello Flawless na cor Beige da Benefit
  • pó translúcido HD da Make Up For Ever
  • primer Eyeshadow Potion da Urban Decay
  • paleta Debbie Harry da coleção Andy Wahrol da NARS
  • kit de sobrancelhas Brow Fix da Milani
  • curvex Tweezerman
  • máscara Colossal à prova d’água da Maybelline
  • máscara Voluminous Million Lashes da L’Óreal
  • batom Isabela Capeto para Panvel na cor Sexy Nude
  • gloss Moon Fleet da NARS

Pincéis utilizados:

  • pincel de base em forma de língua Made In China comprado no AliExpress dupe da MAC
  • Foundation Stippling Brush da Makeup Geek
  • Face Buffer da Makeup Geek
  • Cheek Highlighter da Makeup Geek
  • pincel de boca Made In China comprado no AliExpress dupe da MAC
  • conjunto de pincéis Smoky Eyes da Coastal Scents
  • pincel de sobrancelha da Quem Disse, Berenice?

 

Resenha: Blush Orgasm da NARS

Uma resenha rápida: amor em forma de blush.

IMG_9373
O blush vem numa caixinha preta toda meiga! Mas eu sumi com a caixinha a long time ago! 😛

Já em uma resenha mais elaborada…
A NARS é uma marca bem clássica e, na minha opinião, o produto carro-chefe é a linha Orgasm de produtos além das magníficas coleções sazonais. A linha Orgasm já tem gloss, blush, batom, esmalte, iluminador… Isso nas versões Orgasm e SuperOrgasm. Já as coleções sazonais são as coisas mais lindas da face da terra. Ainda quero comprar a paleta do Andy Wahrol que é um negócio alucinante.

Imagem: http://www.idealmagazine.co.uk
E é melhor fazer isso rápido…
Imagem: http://www.idealmagazine.co.uk

Desde que eu vi em algum blog da vida o Orgasm, eu decidi comprá-lo. Eu já sou fã de blushes pêssego e afins e é a cor de blush que mais gosto no meu rosto. É como juntar a fome com a vontade de comer. Além disso, é o blush que eu tenho que mais dura na pele. Eu morro de medo da chinelada, então eu sempre passo menos blush e, com isso, chega o meio-dia e eu estou praticamente sem blush no rosto. Mas isso não acontece com o blush da NARS. Eu fui notar que era bom retocar o blush eram umas 14h (eu me maquio por volta das 7h30). E olha que a minha pele é oleosa e eu coloco muito a mão no rosto!

O brilho que ele tem é outro item que, pra mim, é indispensável. Eu não costumo usar iluminador quando uso o Orgasm. A bochecha toda já fica iluminada por conta das partículas de brilho douradas que ele tem. Mais um blush difícil de fotografar no rosto. Vai swatch na mão mesmo.

Amostras concentradas e esfumadas
Amostras concentradas e esfumadas

 

Sobre a textura, é um pó muito muito fino de altíssima pigmentação. Ao aplicar no pincel, ele não esfarela e não é difícil esfumá-lo. Bem pelo contrário, o blush é tão, mas tão prensado que sempre parece que não tem produto no pincel. Nesse ponto que a chinelada pode aparecer, mas, depois de acostumar com essas características do produto, a chinelada não aparece.

Eu gosto tanto dele que eu simplesmente parei de usar os outros blushes que tenho. O lugar dele é dentro da minha bolsa. Saio de casa usando o blush da Isabela Capeto para Panvel (meu blush amado número 2) e retoco com o Orgasm.

Eu não tenho o que reclamar dele. E como ele é um blush caro (mesmo em dólar), fica a dica de blushes que eu considero substitutos (que eu lembro agora): Shy Blush da Mary Kay, o próprio blush da Isabela Capeto para Panvel, Pinched da NYX, Sinful da The Body Needs, Neutral Radiance Blusher da ELF na cor Glow.

day-30-mario-star-crop-r25
Selo ALL THE FEELS Mario Star de Aprovação